Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Reflexão: Cuidado com o pragmatismo!

Senhores, por que fazeis isto? Nós também somos homens como vós, sujeitos aos mesmos sentimentos, e vos anunciamos o evangelho para que destas coisas vãs vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles; (Atos 14:15)

O pragmatismo no meio “evangélico” tem causado um profundo afastamento de Deus e das Escrituras. Por isso quero neste texto refletir sobre este perigo, que infelizmente poucos têm observado. Muitos tem visto o crescimento numérico nas igrejas com grande contentamento. No entanto este crescimento manifestamente tem ocorrido com base em práticas centralizadas no homem e não em Deus. Dessa forma as igrejas em nome de um pragmatismo absurdo têm se afastado do propósito que deveriam ter ao se intitularem seguidoras de Cristo: Glorificar a Deus seguindo sua Palavra. Que você leia e reflita a luz do que nos ensina a Bíblia!
Mas o que vem a ser pragmatismo? É a opinião que afirma que a verdade está do lado do que é prático, do que é útil, ou seja, o …

Exposição do Evangelho de João: O Cordeiro de Deus! (Segunda e última parte):

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (Jo 1:29)

IV – O CORDEIRO DE DEUS TIRA O PECADO DO MUNDO:

Neste ponto precisamos entender qual o significado da palavra “mundo” neste verso. É possível que as pessoas interpretem “mundo” no sentido de cada pessoa da humanidade, ou seja, que o Cordeiro de Deus deu a sua vida por todos os seres humanos, mas que infelizmente apenas alguns crerão e por fim serão salvos por Ele. Este tem sido o entendimento generalizado da mesma forma como acontece com João 3:16. No entanto este não é o sentido bíblico. Para entendermos o significado desta palavra precisamos olhar tanto para contexto geral das Escrituras, como também para o contexto do próprio Evangelho de João. Quero começar esta breve análise pelo texto que refletimos anteriormente, ou seja, Isaías 53. Vamos lá, observemos alguns versos daquele capitulo e novamente destaco trechos importantes para a questão:
Verso 8 diz: “Por …

Exposição do Evangelho de João: O Cordeiro de Deus! (Primeira parte):

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (Jo 1:29)

I – INTRODUÇÃO:

Em nosso estudo no Evangelho de João temos visto a importância central que tem a pessoa de Jesus Cristo. Aqui encontramos o mesmo fato. No caso, é nos apresentado o testemunho de João Batista diante do próprio Cristo. Ele o chama de o Cordeiro de Deus. Toda esta centralidade nos faz entender que não podemos deixar de levar em consideração a pessoa de Cristo. Como temos visto, disto depende nossa vida (Jo 20:30,31). Assim quero meditar com você sobre o que significa Jesus ser chamado de Cordeiro de Deus. Pense e reflita.

II – A IMPORTÂNCIA DOS FATOS:

É preciso observarmos que o evangelista situa sua argumentação no tempo e no espaço. Ele diz: “No dia seguinte, viu João a Jesus que vinha para ele”. Anteriormente ele afirma no verso 14: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós”. Ora, na verdade ao lermos todo este Evangelho e os demais, e também tod…

Entrevista sobre Homossexualismo:

As respostas as seguintes questões são de autoria de nossa prezada irmã em Cristo: Anna Barros. Publico aqui, com a devida autorização, por considerar que nelas a visão bíblica sobre este assunto é apresentada de maneira muito clara. Este tema é bem atual, no entanto a posição das Escrituras Sagradas pouco tem sido considerada quando se discute sobre ele. Assim, penso que este texto contribui para nossa reflexão. E este é meu desejo ao publicá-lo. Outros bons textos da mesma autora podem ser encontrados neste link:http://anninhabarros.wordpress.com/ Entrevistaram-me… eis o resultado!

Qual a sua formação? Em que instituição cursou?

Formação em nível superior, cursando 9º período de Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco / Campus do Agreste (UFPE/CAA)

Você acha que a escola deve tratar do tema da diversidade sexual na sala de aula?

Para responder a esta questão, preciso especificar que considero a diversidade sexual existente, porém apenas sob duas categorias: homem e mulher. Assi…

Exposição de Gênesis 5: A Linhagem Piedosa (Segunda e última parte):

III – OS PIEDOSOS ANDAM COM DEUS (Gn 5:22-24):

Neste texto se destaca o exemplo de Enoque, pelo fato de que sobre ele se diz algo muito curtinho mais que possui toda a significância: “andou Enoque com Deus”. Diante desta afirmação devemos pensar no significado deste “andar” e de sua consequência. Afinal, o que significa andar com Deus? Creio que em primeiro lugar o contexto nos mostra que é um andar centralizado em Deus. Temos visto que na linhagem de Sete isto é bem característico. A vida deles estava centralizada em Deus. Dessa forma acredito que quando se diz que Enoque andou com Deus, esta se dizendo que em tudo o que pensava, sentia, fazia, planejava, Deus era o centro, ou seja, Deus era Deus de fato para Enoque. Isso é andar com Deus!
O caso de Noé no capítulo seis também nos ajuda a compreender este “andar”. Enquanto os demais viviam em rebelião a Deus, Noé vivia centrado em Deus. Observemos que dos capítulos seis ao nove de Gênesis, Noé mostra isso em termos de sua obediência. D…

Pregação Expositiva (por Augustus Nicodemus):

Exposição de Gênesis 5: A Linhagem Piedosa (Primeira parte):

I – INTRODUÇÃO:

Após termos estudado sobre a linhagem impia de Caim chegamos a esse capítulo que apresenta outra linhagem completamente diferente. Em Caim encontramos o mundanismo, ou seja, uma vida completamente esquecida de Deus e ocupada com outras coisas. Já em Sete encontramos Deus sendo colocado como prioridade em tudo. Na verdade na linhagem de Sete encontramos a atuação da graça de Deus em meio a uma humanidade caída. Este é o motivo supremo de grande consolo a todos os que amam ao Senhor. Neste estudo pretendo refletir aplicando o ensino as nossas vidas hoje na seguinte pergunta: A que grupo pertencemos: aos que amam a Deus ou aos que o desprezam?

II – DEUS É O MAIOR BEM PARA OS PIEDOSOS:

Quero destacar alguns fatos que demostram que o que fazia a diferença entre a linhagem de Caim e a de Sete era a maneira em que elas tratavam a pessoa de Deus. A Bíblia mostra que as seguintes coisas não diferenciam os seres humanos: nacionalidade, cor da pele, situação econômica, ou cultural. …

Exposição do Evangelho de João: Quem é João Batista? (Segunda e última parte):

Este foi o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para lhe perguntarem: Quem és tu? Ele confessou e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo. Então, lhe perguntaram: Quem és, pois? És tu Elias? Ele disse: Não sou. És tu o profeta? Respondeu: Não. Disseram-lhe, pois: Declara-nos quem és, para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes a respeito de ti mesmo? Então, ele respondeu: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías. Ora, os que haviam sido enviados eram de entre os fariseus. E perguntaram-lhe: Então, por que batizas, se não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta? Respondeu-lhes João: Eu batizo com água; mas, no meio de vós, está quem vós não conheceis, o qual vem após mim, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias. Estas coisas se passaram em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando. (Jo 1:19-28).

IV – JOÃO É A VOZ QUE CLAMA (Jo …

Exposição do Evangelho de João: Quem é João Batista? (Primeira parte):

Este foi o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para lhe perguntarem: Quem és tu? Ele confessou e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo. Então, lhe perguntaram: Quem és, pois? És tu Elias? Ele disse: Não sou. És tu o profeta? Respondeu: Não. Disseram-lhe, pois: Declara-nos quem és, para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes a respeito de ti mesmo? Então, ele respondeu: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías. Ora, os que haviam sido enviados eram de entre os fariseus. E perguntaram-lhe: Então, por que batizas, se não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta? Respondeu-lhes João: Eu batizo com água; mas, no meio de vós, está quem vós não conheceis, o qual vem após mim, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias. Estas coisas se passaram em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando. (Jo 1:19-28).

I – INTRODUÇÃO:

Chegamos ao texto…

EXPOSIÇÃO DA CONFISSÃO DE FÉ BATISTA DE 1689. Capítulo I: As Sagradas escrituras: Exposição dos parágrafos II e III sobre a questão da Inspiração:

Dizem os parágrafos II e III do Capítulo I da Confissão: “Sob o nome de Sagradas Escrituras ou Palavra de Deus escrita, incluem-se agora todos os livros do Velho Testamento e Novo Testamento, que são os seguintes:
O VELHO TESTAMENTO:
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juizes Rute 1Samuel 2Samuel 1Reis 2Reis 1Crônicas 2CrônicasEsdrasNeemiasEsterJó Salmos Provérbios Eclesiastes Cantares Isaías Jeremias Lamentações Ezequiel Daniel Oséias Joel AmósObadias Jonas MiquéiasNaumHabacuqueSofoniasAgeu Zacarias Malaquias
O NOVO TESTAMENTO:
Mateus Marcos Lucas João Atos Romanos 1Coríntios 2Coríntios Gálatas EfésiosFilipensesColossenses 1Tessalonissenses 2Tessalonissenses 1Timóteo 2Timóteo Tito Filemom Hebreus Tiago 1Pedro 2Pedro 1João 2João 3João Judas Apocalipse

Todos os quais foram dados por inspiração de Deus, para serem a regra de fé e vida prática.

3. Os livros comumente chamados Apócrifos, não sendo de inspiração divina, não fazem parte do cânon ou compêndio das Escrituras. Portanto…

Exposição de Gênesis Quatro: O terrível crescimento do pecado (Quarta e última parte):

VI – LAMEQUE E SETE (Gn 4:23-26):

Chegamos ao último tópico em nosso estudo a esse capítulo de Gênesis. E aqui fica evidente dois tipos de famílias. Na de Caim, o primeiro assassino, o que se manifesta é uma vida completamente voltada as coisas desta vida sem nenhuma preocupação com Deus. Na de Sete, ao contrário, existe a invocação ao Deus Verdadeiro, ainda que naturalmente havia também o cuidado necessário com a vida neste presente tempo.
Não pensemos que tal fato ocorreu apenas naqueles tempos. Não! Isso sempre ocorreu e hoje é da mesma forma. Agora enquanto você lê estas linhas existem estes dois grupos de pessoas vivendo na Terra. Existem aqueles que, a semelhança da família de Caim, vivem apenas para esta vida e nunca pensam em Deus. Estas pessoas estão muito ocupadas em alcançar coisas para esta vida. Porém, não se preocupam com a vida com Deus. Não se preocupam em ficarem ricas espiritualmente. São como aquele homem da parábola que Jesus contou (Lc 12:13-34). Chegará a hora em q…

Exposição do Evangelho de João: A Glória do Verbo Divino (Segunda e última parte):

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. João testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim. Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça. Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou. (Jo 1:14-18).


IV – O VERBO POSSUI GRAÇA PLENA (Jo 1:16,17):

João prossegue mostrando que em sua glória o Filho de Deus nos traz a graça. Aliás, graça e verdade, mas tratemos agora da graça. A graça nos fala do favor imerecido de Deus a nós pecadores culpados. Não podemos nos salvar mas em seu Filho Ele nos salva em sua graça. Esta graça é abundante, jamais termina, pois sua fonte é plena, suficiente, inesgotável. Amados, este é o Cristo Glorioso. Seus rec…