Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Exposição de Gênesis: A chamada de Abrão.

Imagem
"Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra. Partiu, pois, Abrão, como lho ordenara o SENHOR, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos quando saiu de Harã. Levou Abrão consigo a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as pessoas que lhes acresceram em Harã. Partiram para a terra de Canaã; e lá chegaram. Atravessou Abrão a terra até Siquém, até ao carvalho de Moré. Nesse tempo os cananeus habitavam essa terra. Apareceu o SENHOR a Abrão e lhe disse: Darei à tua descendência esta terra. Ali edificou Abrão um altar ao SENHOR, que lhe aparecera. Passando dali para o monte ao oriente de Betel, armou a sua tenda, ficando Betel ao ocidente e Ai ao…

Exposição do Evangelho de João: Rejeitando o eterno para buscar o perecível.

Imagem
“No dia seguinte, a multidão que ficara do outro lado do mar notou que ali não havia senão um pequeno barco e que Jesus não embarcara nele com seus discípulos, tendo estes partido sós. Entretanto, outros barquinhos chegaram de Tiberíades, perto do lugar onde comeram o pão, tendo o Senhor dado graças. Quando, pois, viu a multidão que Jesus não estava ali nem os seus discípulos, tomaram os barcos e partiram para Cafarnaum à sua procura. E, tendo-o encontrado no outro lado do mar, lhe perguntaram: Mestre, quando chegaste aqui? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes. Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo. Dirigiram-se, pois, a ele, perguntando: Que faremos para realizar as obras de Deus? Respondeu-lhes Jesus: A obra de Deus é esta: que creiais naquele que por ele …

As terríveis conseqüências de desobedecer a Deus - José Santana Dória.

Imagem
Meus amigos, exorto a que todos ouçam este pregação, por ser muito importante para nossos tempos de negligências. Clique aqui.

Exposição do Evangelho de João: A multiplicação dos pães.

Imagem
“Depois destas coisas, atravessou Jesus o mar da Galiléia, que é o de Tiberíades. Seguia-o numerosa multidão, porque tinham visto os sinais que ele fazia na cura dos enfermos. Então, subiu Jesus ao monte e assentou-se ali com os seus discípulos. Ora, a Páscoa, festa dos judeus, estava próxima. Então, Jesus, erguendo os olhos e vendo que grande multidão vinha ter com ele, disse a Filipe: Onde compraremos pães para lhes dar a comer? Mas dizia isto para o experimentar; porque ele bem sabia o que estava para fazer. Respondeu-lhe Filipe: Não lhes bastariam duzentos denários de pão, para receber cada um o seu pedaço. Um de seus discípulos, chamado André, irmão de Simão Pedro, informou a Jesus: Está aí um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas isto que é para tanta gente? Disse Jesus: Fazei o povo assentar-se; pois havia naquele lugar muita relva. Assentaram-se, pois, os homens em número de quase cinco mil. Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entr…

Novo Livro do Blog: Deus - O Juiz - Edson Rosendo de Azevêdo.

Imagem
"Deus é um juiz. Ser Juiz é ter capacidade e autorização de exercer juízo. Juízo é o ato de julgar. Julgar é medir a verdade dos atos e dos fatos de acordo com um padrão. O padrão de medir, a referência, é a lei. Aquilo que está de acordo com a lei recebe a aprovação dela e aquilo que está em desacordo com a lei recebe a punição dela. Deus é Juiz. Ele tem a capacidade infalível de julgar segundo a lei, a Sua Lei, e tem autorização de Si mesmo para julgar, pois não há ninguém maior do que Ele. Deus não apenas fica desgostoso quando os atos são praticados fora do padrão da Sua vontade, mas Ele julga os atos que são praticados fora da sua vontade. Deus julga porque tem autoridade sobre todos os homens. Deus julga porque exige que os homens procedam de acordo com a Sua Lei. Deus julga porque a Sua Santidade assim o exige. Todas as vezes que os homens transgridem a Sua Lei, a Sua santidade é ferida, agredida, desprezada, vituperada, e isso exige julgamento, pois a culpa não pode ficar…

A Mão de Deus nas Catástrofes da Terra - Edson Rosendo de Azevêdo.

Imagem
"'Do Senhor dos Exércitos vem o castigo com trovões,
com terremotos, grande estrondo, tufão de vento,
tempestade e chamas devoradoras.
'
Isaias 29:6.

Qual deve ser a nossa reação diante das catástrofes e calamidades?

A ira de Deus é o desagrado santo contra o pecado. Assim como o pecado pertence a pessoas, a ira sobrevém àquelas que praticam o pecado. Através de qualquer porta por onde o pecado tenta entrar, ali a ira de Deus nos encontra. A realidade da ira de Deus faz parte da mensagem bíblica tanto quanto a sua graça. Deus dá a sua ira por peso, mas a sua misericórdia sem medida. A ira está associada contra seus pedados, a misericórdia está associada com os homens em suas misérias. Deus tem duas mãos: a da direita de misericórdia e a da esquerda de justiça. A misericórdia de Deus se renova cada manhã para com o seu povo e a sua ira se renova cada manhã contra os ímpios. Estão mais preparados para as maiores misericórdias aqueles que se acham indignos das menores.

Este é o se…