Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Exposição do evangelho de João: Os primeiros discípulos de Cristo (Primeira parte).

“No dia seguinte, estava João outra vez na companhia de dois dos seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: Eis o Cordeiro de Deus! Os dois discípulos, ouvindo-o dizer isto, seguiram Jesus. E Jesus, voltando-se e vendo que o seguiam, disse-lhes: Que buscais? Disseram-lhe: Rabi (que quer dizer Mestre), onde assistes?Respondeu-lhes: Vinde e vede. Foram, pois, e viram onde Jesus estava morando; e ficaram com ele aquele dia, sendo mais ou menos a hora décima. Era André, o irmão de Simão Pedro, um dos dois que tinham ouvido o testemunho de João e seguido Jesus. Ele achou primeiro o seu próprio irmão, Simão, a quem disse: Achamos o Messias (que quer dizer Cristo), e o levou a Jesus. Olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, o filho de João; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro). No dia imediato, resolveu Jesus partir para a Galiléia e encontrou a Filipe, a quem disse: Segue-me. Ora, Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro. Filipe encontrou a Natanael e disse-lhe: Ach…

Dez acusações contra a Igreja Moderna - Paul Washer

Queridos leitores e leitoras do Blog, não deixem de acessar, meditar, e divulgar esta mensagem de Paul Washer, postada pelos irmãos do "Voltemos ao Evangelho". O link está abaixo. Também coloquei uma página permanente no Blog que leva ao mesmo Link. Que, de fato, voltemos ao Evangelho!

http://voltemosaoevangelho.blogspot.com/2008/11/dez-acusaes-contra-igreja-moderna.html

Justificação - R.C. Sproul

Exposição de Gênesis 6: A Ira e a Graça de Deus.

I – INTRODUÇÃO:

Existem aspectos no Evangelho de Cristo que são extremamente duros, e ao mesmo tempo consoladores. Quando pensamos na seriedade do pecado diante de Deus, somos levados a conscientização de nossa culpa e de que em breve teremos que prestar contas ao Divino e Santo Juiz. No entanto somos lembrados que o mesmo Juiz é o Deus Gracioso que tem chamado um povo para si, e sobre este povo Ele derrama a sua Graça e Salvação. O capítulo 6 de Gênesis é muito instrutivo quanto a isso. Nele percebemos tanto a Ira de Deus quanto sua Graça. Quero refletir com você sobre esse assunto pedindo que Deus, em sua livre e soberana vontade justa, derrame sobre nós a sua graça e não sua ira.

II – A IRA DE DEUS (Gn 6:1-7):

Neste capítulo temos o crescimento do pecado . Vemos que os filhos de Deus se unem as filhas do homens. Devemos entender “filhos de Deus” como os descendentes de Sete, a família piedosa, e “filhas dos homens” como as descendentes de Caim, a família ímpia. Não creio que “filhos …

A Falsa Religiosidade:

Este é um importante texto do prezado presbítero Solano Portela. Foi para refletirmos sobre a necessidade de uma volta ao antigo Cristianismo da Bíblia é que o publicamos neste Blog. Que ao lermos possamos pensar no que precisa ser mudado em nosso meio.Outros excelentes textos de Solano Portela podem ser encontrados em seu Site: http://solanoportela.net/index.htm

Em 1 Reis 18.22-30 lemos o conhecido incidente no qual Elias confronta os profetas de Baal. É correto identificarmos Elias com o lado de Deus vivo e verdadeiro, enquanto que os profetas de Baal representam as forças que agem contra o legítimo Povo de Deus. Naquela ocasião o Povo de Deus se identificava com os israelitas e hoje com a Igreja Cristã.

Uma análise deste registro bíblico nos revela detalhes sobre a religião falsa praticada pelos profetas de Baal que são no mínimo inquietantes, pois podemos identificar muita semelhança com a situação contemporânea na qual se acha situada a igreja fiel.

1. Similaridade – O primeiro da…

Vivendo para a glória de Deus.

I – INTRODUÇÃO:

Estamos vivendo para a glória de Deus? Ora, a Bíblia nos diz que este é o motivo de nossa existência: A Glória de Deus. Peço, então, que façamos em oração diante de Deus uma séria reflexão respondendo com toda honestidade as seguintes questões sobre como tem sido nossa vida:
Já estou de fato convertido? Não amo o pecado mais que a Deus? Quero sua vontade e viver para a sua glória? Creio de todo o coração que só Cristo salva já que levou e pagou preço dos pecados de sua povo? Amo a Deus? Odeio o pecado? Posso dizer: minha maior tristeza é pecar? Posso dizer: amo a santidade? Posso dizer: quero conhecer mais e mais a Deus, afastar-me do pecado e ser mais e mais obediente ao Senhor? Posso dizer: Já voltei as costas para o pecado e voltei minha vida para Deus pois quero viver para Ele? Posso dizer: Sei que o pecado e suas influências ainda habitam em mim, mas luto pelo poder da graça de Deus em seu Espírito contra estas forças?

Se já sou convertido devo me perguntar: O meu…

Manifesto Pelo Reconhecimento à Fidedigna Palavra de Deus.

Nestes dias tenho inserido postagens aqui no Blog com o intuito de refletirmos sobre a necessidade de voltarmos a Bíblia como suficiente fonte da Verdade. Aliás, esse é o objetivo do Blog. Portanto, seguindo este programa, apresento mais este importante texto de meu irmão, o diácono Ezequiel Farias, que defende uma interpretação correta de textos capitais das Escrituras, o que não tem ocorrido nas igrejas de nosso tempo. Que muitos leiam este texto, e reflitam seriamente!

Constitui-se em tarefa extremamente ousada e de grande responsabilidade qualquer ato que questione o conteúdo da mensagem da igreja atual, por dois motivos cruciais: Primeiro, a igreja tem 2000 anos de história e, segundo, ensina sobre um livro inquestionável de 5000 anos de história. Embora seja a Bíblia um livro acima de qualquer crítica e de conteúdo absoluto, é claro e evidente a todos que a Igreja do Senhor Jesus teve, na sua história, períodos de fidelidade e infidelidade na interpretação das verdades bíblicas…

A suficiência das Escrituras - Josafá Vasconcelos.

Algumas breves reflexões e conselhos práticos sobre a situação atual, em busca de conscientização e reforma. 

Quero neste texto falar a você que não está satisfeito com o rumo das igrejas no Brasil. Vivemos tempos de abandono das Escrituras por parte do que se chama "Evangelicalismo”. Tentarei demonstrar isso nos próximos tópicos, e em seguida procurarei propor algumas práticas, que penso, devemos realizar para que ocorra uma mudança a começar por nós. Não devemos ser daqueles que apenas criticam, mas daqueles que vêem o erro e que procuram se desvencilhar dele para que, na graça de Cristo, se tornem luzeiros a outros:

1 – A igreja Moderna abandonou a pregação da Bíblia: Os pregadores na maciça maioria das Igrejas não pregam baseados na Bíblia. Eles usam a Bíblia apenas como pretexto para ensinarem as suas próprias idéias. Lêem, quando muito, alguns versículos da Bíblia e aí os esquecem ou os interpretam mal. Passam a falar e ensinar coisas que não se diz na Bíblia. Certos ensinos falsos são muito comuns hoje em dia. Dou alguns exemplos: Maldição Hereditária, que todos devem ser ricos, q…

Exposição do Evangelho de João: O Espírito Santo e o Filho de Deus.

É este a favor de quem eu disse: após mim vem um varão que tem a primazia, porque já existia antes de mim. Eu mesmo não o conhecia, mas, a fim de que ele fosse manifestado a Israel, vim, por isso, batizando com água. E João testemunhou, dizendo: Vi o Espírito descer do céu como pomba e pousar sobre ele. Eu não o conhecia; aquele, porém, que me enviou a batizar com água me disse: Aquele sobre quem vires descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo. Pois eu, de fato, vi e tenho testificado que ele é o Filho de Deus. (Jo 1:30-34).

I - INTRODUÇÃO:

Em seu testemunho, João Batista havia acabado de chamar Jesus de Cordeiro de Deus. Agora ele prossegue falando da importância incomparável do Cordeiro, e em seguida da prova que ele recebeu de que aquele homem de fato era o Filho de Deus: A descida do Espírito Santo sobre Ele! Neste texto temos diante de nós o testemunho importantíssimo de um verdadeiro profeta de Deus a respeito de Cristo. É sábio ouvir este testemunho e …

Reflexão: Não entendo a doutrina da eleição! - Paul Washer

O que se esconde por trás da Cruz de Cristo?

O amado Diácono Ezequiel Farias enviou-me mais este bom texto de sua autoria, que aliás é muito apropriado para esta época. Que todos leiam e reflitam!

Nesta época em que se comemora a “Paixão de Cristo” – por uma extensa ala da conhecida religião cristã – ouvimos muitas mensagens e encenações que expressam da vida, morte e ressurreição de Cristo. Nestes dias, muitos costumes são respeitados e muitos ritos realizados. Todavia, essa tradição de homens consegue encobrir os aspectos eternos e fundamentais que verdadeiramente poderiam trazer Vida às multidões, uma vez que em nada diz respeito ao ensino do Senhor Jesus e seus apóstolos. A isso o Espírito de Deus há muito alertava: “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” (Cl 2.8). Portanto, gostaria de lhe expor o que por muito tempo a tradição tem conseguido esconder por trás da cruz de Cristo.
Por trás da cruz a tradição…

"Jesus te ama"... Tem certeza?

Este texto é de autoria do amado irmão Ezequiel Farias, diácono na Primeira Igreja Batista Reformada em Caruaru, que gentilmente me permitiu a publicação. Desejo que os leitores reflitam neste assunto tão importante, que em nosso tempo tem sido muito mal compreendido. Que o ensino da Escritura prevaleça entre nós!


Certamente você já viu ou ouviu a frase “Jesus te ama”, e, por ter ouvido somente das palavras de Jesus que parecem traduzir amor a todos os homens, nunca tenha sido levado a imaginar que haja outro sentimento de Deus para com o ser humano, não é verdade?
De um lado está você que, como qualquer ser humano, não deseja imaginar que Deus tenha um sentimento contrário à sua pessoa; do outro, pessoas que não imaginam – ou não querem considerar – que Deus tenha outro sentimento em relação a homens, embora se baseiem em um único versículo bíblico para propalar a tal afirmativa:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê nã…