Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 1 de julho de 2015

O Apóstolo Paulo – Conclusões e Aplicações – Parte III* – Manoel Coelho Jr.

Neste estudo continuaremos a tratar da Nova Vida refletindo em como a Igreja deve influenciar a sociedade diante dos atuais ataques ao Cristianismo Bíblico.


Baixe o Mp3 clicando aqui.


*Estudo da EBD de 28 de Junho de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

A Graça Salvadora das famílias* - Manoel Coelho Jr.

Nada adianta receitar-se regras para obtenção de uma família feliz antes de resolver-se o problema mais básico do homem, que é a inimizade com Deus, a rebeldia no coração. Sem o foco nesta questão básica as regras serão apenas um moralismo inerte. No entanto somente o próprio Deus pode solucionar tal tragédia e Ele faz isso por sua Graça em Cristo, e quando Deus salva um homem também opera através dele para influenciar a família e sociedade. É só neste caso que podemos começar a pensar em uma família de fato cristã, pois é a graça que tudo opera e não o poder do homem. Assim é somente a graça que salva o homem, salva as famílias, salva do perecimento eterno.

*Pregação realizada em 25 de Junho de 2015, na "Adoremos Comunidade Evangélica" - Icoaraci - Belém – PA, numa Conferência sobre Família.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

O Evangelho é a Resposta - O merecimento dos homens (Texto,áudio e vídeo)* - Manoel Coelho Jr.



  Baixe o mp3 clicando aqui.

O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado; o SENHOR tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés.” Na 1:3.

O SENHOR é longânimo e grande em misericórdia, que perdoa a iniqüidade e a transgressão, ainda que não inocenta o culpado” Nm 14:18.

O que um criminoso merece? O que um assassino merece? O que alguém que quebra a uma Lei justa merece? Como poderíamos responder a questões como estas de forma justa? A única resposta que poderíamos dar é que pessoas assim merecem a condenação. Ora, se nós que somos humanos e pecadores, conseguimos ver que é óbvio que um criminoso seja punido, se nós temos tal senso de justiça, o que dizer dAquele que é Absolutamente Justo? Portanto à luz deste fato desejo tratar desta grande questão: Será que nós podemos ser considerados justos diante de Deus? Temos algum mérito diante dEle? O que merecemos afinal? Pelo o que já estudamos só podemos afirmar que por tudo o que a humanidade é e por aquilo que tem feito, não pode angariar de Deus aprovação alguma, mas muito ao contrário, apenas a condenação. É isso que a humanidade merece: A condenação do Justo Juiz. Expliquemos melhor o assunto a seguir.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

A Soberania de Deus - Manoel Coelho Jr.

Este texto é parte de um livro que está sendo escrito sobre os evangélicos modernos. Leia online o que já foi publicado do livro clicando aqui.   

Tratemos agora da questão da Soberania de Divina. Eis um assunto completamente abandonado pelos evangélicos modernos. Leia comigo o seguinte texto:

Assim diz o SENHOR ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações ante a sua face, e para descingir os lombos dos reis, e para abrir diante dele as portas, que não se fecharão. Eu irei adiante de ti, endireitarei os caminhos tortuosos, quebrarei as portas de bronze e despedaçarei as trancas de ferro; dar-te-ei os tesouros escondidos e as riquezas encobertas, para que saibas que eu sou o SENHOR, o Deus de Israel, que te chama pelo teu nome. Por amor do meu servo Jacó e de Israel, meu escolhido, eu te chamei pelo teu nome e te pus o sobrenome, ainda que não me conheces. Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus; eu te cingirei, ainda que não me conheces. Para que se saiba, até ao nascente do sol e até ao poente, que além de mim não há outro; eu sou o SENHOR, e não há outro. Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas.”. (Is 45:1-7).

Observemos algumas afirmações deste texto:

segunda-feira, 22 de junho de 2015

O Apóstolo Paulo – Conclusões e Aplicações – Parte II* – Manoel Coelho Jr.

Pontos deste estudo:

1 – A obra da graça é iluminadora.

2 – O convertido tem uma nova vida:

A – Vê a realidade – Nova mentalidade.

 B – Ama a Cristo – Novo Amor. 

C – Proclama a Cristo – Nova influência.




*Estudo da EBD de 21 de Junho de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Pode-se lutar por um “Casamento homossexual? O que a Bíblia diz a respeito? - Manoel Coelho Jr.

No princípio, criou Deus os céus e a terra.” Gn 1:1. 

O atual debate sobre a questão homossexual na sociedade chegou ao ponto da luta pelo “direito” ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. No entanto o que não se fala é que em primeiro lugar é preciso responder se existe tal espécie de casamento. Se algo não é real como se pode exigi-lo? Por exemplo, poderíamos lutar pelo direito dos “marcianos” de serem considerados moradores de Marte? Poderíamos empreender um movimento social em prol do uso de “unicórnios” ou “cavalos alados” como meios de transporte? Lutaríamos pela legalização do uso de uma substancia inexistente? Assim, poderíamos ilustrar com exemplos sem fim que a realidade determina luta por um direito. Portanto quero defender que antes de lutar-se pelo direito de dois homens ou duas mulheres se casarem, deve-se provar que existe tal casamento.