Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 29 de julho de 2015

A Fornalha da Aflição* - Anne Dutton.



“... a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas” (2 Coríntios 4:17-18). 

*** 

Minha querida irmã em Cristo, Como é o prazer do seu Pai celeste mantê-la na fornalha da aflição, não pense que o tempo é longo; esta aflição momentânea a preparará para a glória de duração infinita. Portanto, “tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma” [Tiago 1:4], no exercício de suas graças para a completude de sua obediência filial, que redundará em eterno louvor a Deus e sua bem-aventurança eterna. O sofrimento é o último labor de um Cristão. Nosso querido Senhor, depois de uma vida de obediência ativa completa, teve que beber o cálice profundo dos Seus sofrimentos e ser obediente até a morte, e este foi o Seu caminho direto para Sua glória toda-transcendente. E os membros devem ser conformes à sua Cabeça em sofrimentos, bem como em glória, e nas aflições para o avanço da sua glória. E “se com ele padecemos (em um manso, paciente, espírito semelhante ao de Cristo), também com ele seremos glorificados” [cf. Romanos 8:17]. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

O Apóstolo Paulo – Conclusões e Aplicações – Parte VI* – Manoel Coelho Jr.

E logo pregava, nas sinagogas, a Jesus, afirmando que este é o Filho de Deus. Ora, todos os que o ouviam estavam atônitos e diziam: Não é este o que exterminava em Jerusalém os que invocavam o nome de Jesus e para aqui veio precisamente com o fim de os levar amarrados aos principais sacerdotes? Saulo, porém, mais e mais se fortalecia e confundia os judeus que moravam em Damasco, demonstrando que Jesus é o Cristo. Decorridos muitos dias, os judeus deliberaram entre si tirar-lhe a vida” Atos 9:20-23. 

Pontos deste estudo: 

1 – O Motivo da Perseguição: O ódio do mundo a Deus. 

2 – O porquê de Paulo escolher o Caminho da Perseguição: Deus é o Critério Principal em sua Escolha.



*Estudo da EBD de 26 de Julho de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.

sábado, 25 de julho de 2015

A Paz de Cristo* – Exposição de João14:27-31 – Manoel Coelho Jr.




Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. Ouvistes que eu vos disse: vou e volto para junto de vós. Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. Disse-vos agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós creiais. Já não falarei muito convosco, porque aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em mim; contudo, assim procedo para que o mundo saiba que eu amo o Pai e que faço como o Pai me ordenou. Levantai-vos, vamo-nos daqui”.

João14:27-31.

I – INTRODUÇÃO:

O Senhor observa a angústia de seus discípulos diante das dificuldades, apesar de todas as suas palavras de consolo. Por isso, pacientemente enfatiza mais uma vez que não precisavam estar preocupados, pois nEle tinham a paz que precisavam, mesmo em meio as piores circunstâncias. O que Ele faz é mostrar-lhes a natureza e origem dessa paz e as verdades que a fomentam. Sobre estas preciosas e consoladoras realidades que trataremos neste estudo.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

O Amor Infinito de Jesus Cristo!* - Anne Dutton.



Breve, porém glorioso florilégio composto por duas cartas de aroma celeste pela amorável pena de Anne Dutton: 

O Seio do Seu Amor Eterno! Minha querida irmã em Cristo, Oh, que coração pode conceber ou língua expressar uma milésima parte daquela alegria e glória que Ele reservou para o Seu povo no mundo vindouro, quando Ele os fará entrar em Sua própria alegria, e Ele mesmo será a sua luz eterna, e como o seu Deus, a glória deles! Oh, então, nós teremos a luz da vida, a vida gloriosa, de tal maneira e medida a ponto de superar todo o nosso pensamento presente! Venha, deite-se pela fé no seio do Seu amor eterno! É uma cama doce, macia, que encantará e revigorará você, excessivamente. Aqui está um jarro de vinho celeste, ou melhor, um mar de felicidade sem limites! Beba tudo, banhe a sua alma em deleites, e anuncie as glórias, a plenitude, os louvores do forte Jeová em meio a todos os seus sensos de vazio, fraqueza e imperfeições! Assim, você será muitíssimo feliz e frutífera, e a sua obediência grandemente agradará a Deus o seu Pai, no Filho de Seu amor. Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o seu espírito.

 *** 

Oh, Amor Infinito! Minha querida Irmã, em nosso precioso Senhor, O que havia em nós para que Deus estabelecesse o seu coração sobre nós? Éramos melhores do que aqueles que perecem sob a Sua ira? Não, de maneira nenhuma! Quanto a mim, devo dizer que eu sou a mais vil e ingrata de todos, e não sou digna de ser colocada entre os filhos. E ainda assim, quão deleitosa tem sido a minha porção, quão formosa a minha herança — porque a graça reina, e o amor de Jeová é livre! Ajude-me, minha querida irmã, a louvar o Senhor por Sua livre graça, que tem sido tão superabundante em relação a mim, e também lamente diante dEle por todos os meus miseráveis retornos ao meu terno Pai, ao meu querido Senhor Jesus, e ao bendito Consolador. Nenhum homem, nenhum anjo, nenhum ser finito poderia suportar as minhas provocações, mas eles teriam retirado de mim todo o favor, e eu seria um objeto de seu ódio apenas. Mas oh, eis que eu sou um ajuntamento de pecado, uma massa de impureza, um Inferno de iniquidade — embora minha cerviz seja um nervo de ferro e minha testa de bronze, ainda que eu esteja inclinada a desviar-me de Deus e fazer coisas más, ainda assim, Jeová não me rejeitou, nem me lançará fora, por tudo o que eu fiz! Sim, tão longe Ele está de lançar-me fora de Seu favor como um objeto de Sua ira, a qual eu tenho justamente merecido, que Ele ainda repousa Seu amor sobre mim, regozija-Se em mim com cântico; e tudo isso, por meio de um Jesus crucificado, o que é consistente com a Sua estrita justiça e flamejante santidade. Oh, amor infinito! Sem fundo, sem limites, amor sem fim! Oh, amor que excede o entendimento, o conhecimento dos homens e dos anjos em ambos os mundos, através de todos os tempos e por toda a eternidade! Ele tem as alturas, profundidades, comprimentos e larguras da Divindade em si; e neste vasto mar de glória serão lançados todos os vasos de misericórdia, quando despidos da carne mortal e pecaminosa, e ali nós seremos supridos de novos deleites pelos séculos sem fim, mas nunca seremos capazes de compreender o amor incompreensível! O dom do Espírito Santo como Consolador, para derramar o amor de Deus em nossos corações, é uma garantia daquele eterno amor de comunhão que nós teremos com Ele, quando passar o tempo do pecado, sofrimento. E todas aquelas doces emanações do amor Divino que são derramadas por meio de Cristo em nossas almas aqui, mesmo a alegria indizível e cheia de glória, são tais doces antecipações daquela plenitude da alegria — aqueles rios de prazer — que nós teremos em Sua presença, à Sua mão direita para sempre!

*Tradução e Produção: OEstandarteDeCristo.com

*Som da Vinheta: Surpeendente Graça!, por Rupert Teixeira

*Narração por Camila Almeida. 



Create your own banner at mybannermaker.com!

quinta-feira, 23 de julho de 2015

E-book: Uma Análise Bíblica do Feminismo - Manoel Coelho Junior.


Este e-book é a transcrição do sermão pregado na Congregação Batista Reformada em Belém, no Culto Público, da noite de 9 de março de 2014. Para ler, clique nos Links no final deste texto.

“No geral podemos dizer que a proposta do Feminismo sempre foi a de produzir a igualdade entre os sexos e consequentemente a “libertação” da mulher do domínio do homem. Isso parece um discurso muito nobre e certo ao observarmos inicialmente, mas o argumento em si já é falacioso, pois faz as pessoas entenderem que a liderança masculina é intrinsecamente má. Porém, o fato mais importante é que tal discurso imediatamente se volta contra a Palavra de Deus na Bíblia, que claramente ensina a autoridade do homem sobre a mulher. Se Deus ensina isso devemos crer que o Criador do Universo, sendo infinitamente Sábio, deve estar com a razão e não as feministas. Por aqui já notamos que o Feminismo nada mais é que o velho argumento da serpente em Gênesis 3, que tenta induzir os homens a crerem que seu caminho é melhor que o de Deus. No entanto, a consequência do Feminismo para sociedade tem sido tão catastrófica que mais uma vez a Bíblia se demonstra como a infalível Palavra de Deus em todas as questões. Assim, é pela Bíblia que desejo examinar o assunto mostrando o mal que o Feminismo tem causado mesmo que nos digam que ele foi um grande bem social.”

segunda-feira, 20 de julho de 2015

O Apóstolo Paulo – Conclusões e Aplicações – Parte V* – Manoel Coelho Jr.

"E logo pregava, nas sinagogas, a Jesus, afirmando que este é o Filho de Deus. Ora, todos os que o ouviam estavam atônitos e diziam: Não é este o que exterminava em Jerusalém os que invocavam o nome de Jesus e para aqui veio precisamente com o fim de os levar amarrados aos principais sacerdotes? Saulo, porém, mais e mais se fortalecia e confundia os judeus que moravam em Damasco, demonstrando que Jesus é o Cristo." Atos 9:20-22.

Pontos deste estudo:

1 - Pecado é distorção, trevas, e ilusão:

A – Distorção: Desorganiza todas as coisas.

B – Trevas: Encobre a realidade espiritual.

C – Ilusão: Cria uma falsificação da realidade.

2 – influência vivificadora do homem convertido:

O novo Paulo:

A – Espalhava o conhecimento sobre Deus

B – Espalhava a fé em Cristo

C – Semeava o Amor de Deus.

D – Semeava a Santidade.



*Estudo da EBD de 19 de Julho de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.