Reflexão: Atenção Políticos e demais homens: Deus julga e pune a Injustiça Social

Este texto é de autoria do meu amigo Pr Marcus paixão, da Segunda Igreja Batista em Campo Maior. É usado aqui com permissão. Leia outros ótimos textos do Pastor no seguinte link: http://marcuspaixao.wordpress.com/

A injustiça social é um pecado terrível aos olhos do Senhor

Quando Deus chamou Amós da pequena vila de Tecoa, de diante de seus rebanho de ovelhas, Ele foi designado para proclamar o juizo de Deus contra várias nações, mas especialmente contra o reino do norte, Israel. Dos muitos pecados de Israel – a adoração sincretista e o culto cananeu, o luxo e a soberba que predominava no coração dos ricos – a injustiça social foi abertamente confrontada por Deus. Deus abomina a injustiça, o pobre ser desamparado causa-lhe indignação. O descaso e a corrupção são fortemente denunciadosm por Amós. Deus não estava de olhos vendados para aquela situação em que estava vivendo Israel, pelo contrário, Ele contemplava com indignação tudo! Tanta indignação que a sua ira foi acesa contra eles. Apesar de serem o povo escolhido (assim como Judá), eles estavam prestes a receber a punição merecida pelos seus atos de injustiça social que lhes dominava o modo de viver.

E hoje? Estará o Poderoso Deus vendo tudo o que acontece em nossa nação? Estará o Deus Justo e Bom observando com atenção os desvios do dinheiro público, o caixa dois dos políticos e as fraudes escancaradas? Tudo isso é denunciado pelos meios de comunicação, mas, quando a justiça examina tais processos, nenhuma reação de punição exemplar é tomada. A lei é subornada e se vende aos ricos. A justiça deixa criminosos impune, exatamente como nos dias de Amós! Veja a denuncia contra os tribunais e os juizes de Israel:

“OS JUIZES VENDEM O JUSTO POR DINHEIRO E O NECESITADO POR UM PAR DE SANDÁLIAS” (Amós 2.6).

Suborno! Propina! Israel foi abatida por Deus! Amós trouxe a notícia da sua condenação, proferida pelo incorruptível juiz do universo. É bem certo, que toda injustiça em que vivemos será punida, pois o Senhor Soberano está com os seus olhos atento a tudo que se passa no mundo. Assim, da mesma forma como ele puniu os corruptos em Israel, ele trará a condenação àqueles que hoje estão vivendo do mesmo modo corrupto. Por acaso, “não fará justiça o juiz de toda a terra?” (Gn 18. 25).

Pr. Marcus Paixão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Estudo em Gênesis 3 (Primeira parte)