Estudo 3: O Evangelho – O Pecado (Áudio, vídeo e texto)* - Manoel Coelho Jr.

Comecemos agora a tratar do conteúdo do Evangelho. Creio que devemos começar pelo problema. O grande erro na evangelização é falar da salvação em Cristo antes de falar do que precisamos ser salvos. Este é um erro infelizmente bastante comum. Muitos têm evitado falar claramente do pecado e com isso induzem seus ouvintes ao engano. Mas devemos entender que nenhum doente procurará o médico para tratamento de uma doença grave sem antes saber que tem tal moléstia. Assim ninguém virá a Cristo sem entender a sua miséria. Meu leitor, você precisa compreender claramente sua necessidade que é resolver o problema de seu pecado. O pecado é algo terrível. Na verdade é o maior mal do universo. Enquanto não entendemos sua gravidade trataremos o Salvador com pouca atenção. Dessa forma eu desejo apresentar-lhe o pecado da maneira mais clara possível, ou devo dizer, da maneira como as Escrituras nos apresentam.

1 – Pecado é universal.

A primeira coisa que precisamos entender sobre o pecado é que dele ninguém escapa. Não há um homem ou mulher que possa dizer que não tem pecado. Você, meu leitor, é pecador como todas as pessoas no mundo. Veja o que a Bíblia nos diz:

Não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque.” Ec 7:20.
Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque), e tu te indignares contra eles, e os entregares às mãos do inimigo, a fim de que os leve cativos à terra inimiga, longe ou perto esteja;” I Re 8:46.

pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,” Rm 3:23.

Isso nos leva a pensar que sem dúvida nossa situação é muito grave. Ora, há doentes e sãos, há miseráveis e ricos, há prisioneiros e livres, mas quanto ao pecado não há pecador e não pecador. Não! Todos sem exceção são pecadores. Talvez você se ache melhor que outras pessoas em muitas coisas. Talvez você ache que possui muitos méritos até diante de Deus. Mas o Evangelho lhe diz claramente que basicamente você é tão pecador quanto todos os homens. Você não escapa disso. Você é pecador! Oh amigo não posso lhe iludir. A mensagem do Evangelho é dura devido ao fato de nos apresentar sem enganação o que somos. E a coisa se manifesta mais grave quando entendemos o que é o pecado. Todos gostariam de participar de uma universalidade benéfica. Mas o pecado não é benéfico em nenhum sentido. Pecado é totalmente maléfico, é o mal maior, é a fonte de todo o mal. Preciso lhe alertar para isso sem reservas e preciso que se desperte logo sobre a gravidade em que se encontra. Que Deus lhe ilumine, meu leitor, para que veja com clareza seu pecado. Mas o que é pecado afinal? Respondamos nos próximos pontos. 

2 – Pecado é idolatria.

A gravidade do pecado só é entendida quando compreendemos contra Quem ele se levanta. Permita que eu ilustre o que quero dizer. Usar de violência grave contra uma pessoa é sempre errado. Mas seria mais grave usar da mesma violência contra a própria mãe. Quanto mais importante for a pessoa em termos de intimidade, mais grave será nos voltarmos contra ele. Por isso ficamos tão chocados quando um filho mata o pai, o marido mata a esposa, ou um irmão mata o outro irmão. Mas não há ninguém mais importante que Deus. Veja o que a Bíblia nos diz:

Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.” Dt 6: 4,5.

O texto nos diz que somente o Senhor é Deus. O Senhor é Aquele Bendito Ser cheio de santidade e glória o qual as Escrituras dizem ser o Criador e Mantenedor de todas as coisas. Só Ele é Deus. Este Deus Único tem deixado suas marcas na criação e na consciência dos homens de maneira que nenhum pode dizer que nunca conheceu nada Dele. Mas o Senhor supremamente se revelou em Cristo, Seu amado Filho, quando se mostrou como Deus cheio de amor graça e misericórdia Nele (Gn 1, Rm 1,2 3 Jo 1). Dessa forma este Único Deus deve ser amado com todo o nosso ser e nunca substituído por outros “deuses”. Por isso o texto nos diz mais adiante:

Não seguirás outros deuses, nenhum dos deuses dos povos que houver à roda de ti,” Dt 6:14.

Mas o que os homens têm feito?  Eles têm adorado a Deus? Eles o têm amado?  Eles o têm servido como Deus? Oh não! Não é isso que têm feito, mas ao contrário, de forma totalmente irracional, eles têm servido deuses falsos. Eles têm voltado as costas para o Único Deus e então têm adorado a deuses de suas imaginações que não passam de ídolos. Estes “deuses” não são nada. Veja que isto é completa loucura como nos mostra o Salmo 96:

Cantai ao SENHOR um cântico novo, cantai ao SENHOR, todas as terras. Cantai ao SENHOR, bendizei o seu nome; proclamai a sua salvação, dia após dia. Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos, as suas maravilhas. Porque grande é o SENHOR e mui digno de ser louvado, temível mais que todos os deuses. Porque todos os deuses dos povos não passam de ídolos; o SENHOR, porém, fez os céus.” Sl 96: 1-5.

Quem deve ser adorado? O Criador deve ser adorado ou um deus inventado? A resposta é óbvia, não? Mas os homens loucamente têm adorado os deuses falsos. Veja o que a Bíblia diz:

pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!” Rm 1:25.

Assim, é que todos os homens em vez de adorarem o Criador que é Bendito Eternamente, têm adorado a criatura. Não há absurdo maior que esse. Mas isso é a essência do pecado. Em suma, pecado é louca idolatria. Pecado é não amar a Deus, é não tê-lo como Deus, é não viver para sua glória, é não adorá-lo, e, além disso, é colocar outra coisa ou pessoa em seu lugar. Dessa forma o pecador é aquele que odeia a Deus e desejaria que Ele não existisse. Se pudesse o pecador tentaria matar o próprio Deus. Na Verdade o pecado, se tivesse poder semelhante ao de Deus, tentaria com isso destruí-lo. Talvez você me diga: “Não, esse não é o meu caso” ou “Eu amo a Deus”. Mas eu lhe afirmo baseado nas Escrituras: Se você não está convertido o “deus” que você diz amar não é o Deus Verdadeiro, mas um ídolo criado por sua mente. O fato é que os homens não suportam o Deus que se Revela na Criação, na Providência e na Bíblia. Este é o Deus Verdadeiro, mas é Aquele que eles odeiam. Devo dizer que este é o seu caso se ainda não foi convertido.

3 – Pecado é rebeldia.

Amigo leitor, se o pecado é essencialmente idolatria também será uma profunda rebeldia ao Deus Único. Por exemplo, se alguém não aceita o Presidente da República consequentemente será um rebelde. Tal pessoa tentará destituir o Presidente de seu cargo. Isso é revolta, é rebeldia. Da mesma forma se os homens desprezam a Deus e no lugar Dele põem os ídolos, então naturalmente estão rebelados contra o Senhor. Veja o que a Bíblia diz:

Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que farei cessar neste lugar, perante vós e em vossos dias, a voz de regozijo e a voz de alegria, o canto do noivo e o da noiva. Quando anunciares a este povo todas estas palavras e eles te disserem: Por que nos ameaça o SENHOR com todo este grande mal? Qual é a nossa iniqüidade, qual é o nosso pecado, que cometemos contra o SENHOR, nosso Deus? Então, lhes responderás: Porque vossos pais me deixaram, diz o SENHOR, e se foram após outros deuses, e os serviram, e os adoraram, mas a mim me deixaram e a minha lei não guardaram. Vós fizestes pior do que vossos pais; pois eis que cada um de vós anda segundo a dureza do seu coração maligno, para não me dar ouvidos a mim.” Jr 16:9-12.

Observe que a idolatria está intimamente associada ao ato rebelde de não guardar a Lei de Deus. Chegamos com isso a conclusão que pecado é rebeldia total contra Deus. É ser inimigo de Deus e estar em luta declarada contra Ele. Outro texto que mostra este fato claramente é o Sl 2. Veja:

Por que se enfurecem os gentios e os povos imaginam coisas vãs? Os reis da terra se levantam, e os príncipes conspiram contra o SENHOR e contra o seu Ungido, dizendo: Rompamos os seus laços e sacudamos de nós as suas algemas.” Sl 2: 1-3.

Estes reis estão em revolta clara contra Deus e contra o Rei Ungido, que evidentemente é Cristo. Este é o quadro de toda a humanidade sem exceção. Nós todos temos procedido assim. Lembra que o pecado é universal? Meu leitor há duas situações em que você poder estar diante de Deus neste momento: Ou está convertido ou está rebelado. Por natureza você é rebelado. Seu coração clama por “libertação” de Deus. Você não suporta suas Leis e acha que são prisões das quais quer se ver livre. Assim afirmo que pecado é uma profunda revolta contra Deus. O pecador é um revoltado, um rebelado que não se submete a Deus. Evidentemente que não há razão para isso. Deus é Criador Bom, Santo, Justo, Perfeito, Misericordioso, e enfim, o Único Deus. Deus é amor (Dt 6: 4, Sl 96, I Jo 4:8).  Ora, “Bom é o SENHOR para os que esperam por ele, para a alma que o busca” Lm 3:25. Por que então não busca-lo, não se submeter a Ele?

4 – O pecado está na raiz.

Tudo o que estamos descobrindo é muito lamentável. Mas a coisa ainda é pior. Explico, o pecado, segundo a Bíblia, está em nossas ações e desejos. Mas também está mais fundo, isto é, em nosso coração. Observe:

Há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos. Porque a transgressão o lisonjeia a seus olhos e lhe diz que a sua iniqüidade não há de ser descoberta, nem detestada.” Sl 36:1,2.

Note que o pecado está na raiz, ou seja, no coração. E lá no coração diz para o pecador que nada de mal vai acontecer com ele. Isso mostra que nosso maior inimigo é o próprio coração. Ele conspira contra nós. Ele nos trai. Por isso diz as Escrituras noutra parte:

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações.” Jr 17: 9,10.

Os homens gostam de confiar em seus corações, mas a Bíblia mostra que isso é fatal. O coração é enganoso, pois lá está o pecado que é uma fonte de mentiras. O fato é que o próprio homem não pode avaliar o estado de seu coração exatamente por este o enganar. O coração é um lobo disfarçado de ovelha. Mas, segundo o texto, Deus conhece o nosso coração totalmente.  Por isso nossa oração deve ser: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.” Sl 139: 23,24. E Deus nos mostra toda a Verdade por sua Palavra. Veja: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.” Sl 119:105. Então compreendemos nossa miséria e constatamos o que Cristo diz no seguinte texto como a mais absoluta verdade sobre nós mesmos. Leia:

Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina.” Mt 15:19.

Diante destes fatos nós descobrimos para o nosso horror que o mal não está fora de nós, mas dentro. Nós somos maus. Está é a Verdade clara que a Escritura nos mostra. Está é a Verdade sobre você, meu leitor. Você é pecador, seu coração é mau. Por isso que seus atos são semelhantes aos que Jesus cita no texto acima. Oh meu leitor, devo lhe dizer com toda a clareza que você é uma árvore má se ainda não foi convertido. Seu coração odeia a Deus e seus Santos Caminhos. Deste coração mau brotam desejos sujos que o levam a praticar todo o pecado. Por isso que para você, por exemplo, é mais fácil guardar mágoa que perdoar, ser rebelde que submisso, mentir que dizer a verdade, e por aí vai. Você é pecador e por isso deseja coisas más e as pratica. Oro para que Deus lhe mostre claramente esta verdade.  

Pode ser copiado e distribuído livremente, desde que indicada a fonte, a autoria, e o conteúdo não seja modificado!

*Estudo da noite de quarta, dia 25 de setembro de 2013, na Congregação Batista Reformada em Belém.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Exposição de Gênesis 11: O projeto fracassado e o projeto vitorioso!