Os pais na vida dos filhos - Anna Barros.

Olá, pessoal! Hoje nós vamos abordar mais um tema relativo à família. Dessa vez, destacaremos o papel dos pais na vida dos filhos. E como boa pedagoga que sou, vou focar os temas no que diz respeito à educação dos filhos, até porque, esta é a principal tarefa de responsabilidade dos pais para com os filhos que Deus lhes dá. Mas antes, há um primeiro aspecto que vou tratar no que tange à identidade dos filhos.

1. Identidade

O salmo 127.3 diz que “herança do Senhor são os filhos, o fruto do ventre, seu galardão”. Então é fácil notar que os filhos não pertencem aos pais, mas a Deus. Todo ser humano pertence a Deus. Os filhos são dados aos casais para que estes os eduquem, mantenham, instruam, ajudem, façam prosperar, administrem a herança que é do próprio Deus.

Estive lembrando agora da parábola dos 10 talentos (Mateus 25.14-30), em que o senhor volta para tomar contas dos seus servos e a cada prestação de contas vai determinando os servos bons e os servos maus. Assim acontece também com os pais. Os filhos são talentos dados pelo Senhor e, um dia, todos os pais e todas as mães hão de prestar contas a Deus de tudo quanto fizeram, isto é, se os talentos renderam ou se foram escondidos com medo de que o ladrão viesse para roubá-los. (Dica: Leia a parábola dos talentos tendo sob a seguinte ótica: Deus é o dono dos talentos, os trabalhadores são os pais e os talentos são os filhos)

Dá pra se ter uma noção do alto número de servos maus que o mundo viu e vê ao longo da história, não é mesmo?! Pais relapsos que não educam, não instruem… jogam seus filhos à mercê da babá eletrônica (TV), delegam a tarefa que lhes foi confiada para terceiros (escolas, creches, avós, tios, babás…). Pensam que tudo se acaba com a morte e se esquecem de que hão de comparecer perante o tribunal do Senhor para prestar contas de todos os seus atos.

Que seja de alerta para todos nós. Os filhos fazem parte da herança de Deus, são talentos que Ele colocou nas mãos dos homens para reavê-los posteriormente. Não deve ser uma tarefa banal ou relaxada, mas algo prazeroso, que deve ser vivido com afinco e perspectiva de glorificar a Deus.

Leia o texto completo clicando aqui. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Exposição de Gênesis 11: O projeto fracassado e o projeto vitorioso!