Carta da Eternidade.

Hoje eu estou no inferno, gemendo de dor e chorando de ódio. Almas e mais almas são despejadas continuamente aqui. E a cada alma que chega aqui nós zombamos a fartar, por causa das suas desgraças. A nossa maldade aqui é máxima, total. Eu jamais me imaginei ser tão mal quanto eu sou aqui. Eu odeio os companheiros de dor e sofrimento e odeio mais ainda a Deus, que me mandou para esse lugar. O tormento daqui é indescritível e não descanso da dor nem de dia nem de noite. As ameaças com que os pregadores anunciavam esse lugar e eu zombava deles enquanto na terra, são bilhões e bilhões de vezes mais terríveis do que eles diziam. Hoje compreendo que a escritura procurou descrever esse lugar com as palavras que existiam na nossa língua e que nos transmitiam as maiores dores e sofrimentos que os nossos conceitos poderiam traduzir. Mas eu quero dizer que não há palavras humanas que possam traduzir a dor desse lugar. Aqui só há tormento, trevas, gemidos, ódio, blasfêmias, desconforto; aqui é o lago da desgraça, o abismo de trevas profundas. Satanás e seus demônios estão aqui conosco, aprisionados, em tormentos indizíveis. As pessoas que eu amei na terra, como meu pai, minha mãe, meus irmãos, minha esposa, meus filhos, agora eu os odeio profundamente, e eles me odeiam a mim e sempre procuramos zombar uns dos outros e fazer o mal uns aos outros. Há um filho meu que não está aqui, mas que eu o vejo no seio de Abraão, e é justamente o filho que eu zombava dele por ser crente, a quem eu acusava de estar perdendo a vida. Temos sorvido todas as gotas do cálice da ira do Cordeiro e ainda sorveremos muito mais, sorveremos eternamente. Nunca haveremos de sorver a última gota, pois haverá eras sobre eras e sempre haverá gotas da ira de Deus para sorvermos. Oh, como é terrível esse lugar; é a morte, a segunda morte. Aqui só há trevas e escuridão e todos os horrores imagináveis e inimagináveis estão aqui conosco e, sinceramente, tudo isso é merecido, pois demos as costas ao santíssimo Cordeiro de Deus, o Senhor Jesus Cristo, e preferimos viver do nosso jeito, fazendo a nossa vontade, mesmo vivendo dentro da igreja do Senhor Jesus aí na terra. Oh, que angústia eterna!

Fonte: Herdeiros do Senhor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Estudo em Gênesis 3 (Primeira parte)