O Testemunho Cristão e suas dificuldades* – Manoel Coelho Jr.




Pontos deste estudo. 

1 – O Testemunho Cristão consiste em palavras e prática. 

“antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós, fazendo-o, todavia, com mansidão e temor, com boa consciência, de modo que, naquilo em que falam contra vós outros, fiquem envergonhados os que difamam o vosso bom procedimento em Cristo,” I Pe 3:15,16 

“Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor.” I Pe 3:1,2. 

Proclamação e prática. Eis o testemunho. 


2 – Nós cristão não somos deste mundo. 

“Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como também eu não sou.” Jo 17:14. 

Somos de outro Reino, O Reino de Deus, o Reino Santo, e este mundo é pecaminoso e não ama a santidade. 

3 – Estamos em conflito com o mundo. 

“Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia.” Jo 15:18, 19. 

Este conflito está no fato de amarmos a Cristo e o mundo O odiar. 

4 – O mundo nos estranha pelo nosso testemunho. 

“Por isso, difamando-vos, estranham que não concorrais com eles ao mesmo excesso de devassidão” I Pe 4:4. 

Eles (os homens e mulheres do mundo) ficam chocados com o procedimento puro, pois para eles a impureza e pecado são normais. 

5 – Não somos chamados para sairmos do mundo, apesar de não pertencermos a Ele. 

“em carta vos escrevi que não vos associásseis com os impuros; refiro-me, com isto, não propriamente aos impuros deste mundo, ou aos avarentos, ou roubadores, ou idólatras; pois, neste caso, teríeis de sair do mundo.” I Co 5:9,10. 

“Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.” Mt 5:13-16. 

“Fazei tudo sem murmurações nem contendas, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.” Fp 2:14-16. 

O Senhor nos quer em contato com as pessoas do mundo para influenciá-las como sal e luz, pois elas estão em trevas e apodrecendo moral e espiritualmente. 

6 – Podemos falhar neste testemunho devido ao medo (como Pedro), ou a raciocínios errados (como Jonas). 

“Lá estava Simão Pedro, aquentando-se. Perguntaram-lhe, pois: És tu, porventura, um dos discípulos dele? Ele negou e disse: Não sou.” Jo 18:25. 

“Veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Dispõe-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim. Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do SENHOR, para Társis; e, tendo descido a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e embarcou nele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR.” Jonas 1:1-3. 

Pedro temeu por isso negou a Cristo. Já Jonas desobedeceu porque não pensava conforme Deus (Jn 4:2). 

7 – Deus graciosamente perdoa nossos pecados, incluindo nossas falhas em testemunhar. Ele amável e pacientemente redireciona-nos ao caminho correto. 

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós. Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.” I Jo 1:9-2:2. 

“Falou, pois, o SENHOR ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra. Veio a palavra do SENHOR, segunda vez, a Jonas, dizendo: Dispõe-te, vai à grande cidade de Nínive e proclama contra ela a mensagem que eu te digo. Levantou-se, pois, Jonas e foi a Nínive, segundo a palavra do SENHOR. Ora, Nínive era cidade mui importante diante de Deus e de três dias para percorrê-la.” Jn 2:10- 3:3. 

“Entrando no túmulo, viram um jovem assentado ao lado direito, vestido de branco, e ficaram surpreendidas e atemorizadas. Ele, porém, lhes disse: Não vos atemorizeis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; ele ressuscitou, não está mais aqui; vede o lugar onde o tinham posto. Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vai adiante de vós para a Galiléia; lá o vereis, como ele vos disse.” Mc 16:5-7. 

“Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes outros? Ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: Apascenta os meus cordeiros. Tornou a perguntar-lhe pela segunda vez: Simão, filho de João, tu me amas? Ele lhe respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Pastoreia as minhas ovelhas. Pela terceira vez Jesus lhe perguntou: Simão, filho de João, tu me amas? Pedro entristeceu-se por ele lhe ter dito, pela terceira vez: Tu me amas? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Jesus lhe disse: Apascenta as minhas ovelhas.” Jo 21:15-17 

Deus redireciona a Jonas e manda a Pedro uma mensagem especial, que mostra que o perdoara e o comissionaria para testemunhar de novo, como mostra Jo 21:15-17. 

8 – Deus nos dá coragem para testemunhar de Cristo por seu Espírito que em nós habita. Apesar de fracos, nEle vencemos e testemunhamos. 

“mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.” At 1:8. “Então, se levantou Pedro, com os onze; e, erguendo a voz, advertiu-os nestes termos: Varões judeus e todos os habitantes de Jerusalém, tomai conhecimento disto e atentai nas minhas palavras.” At 2:14. 

O antes medroso Pedro, agora se levanta com toda a coragem para testemunhar. Isso ele fez por causa do Poder do Espírito. Assim é conosco, isto é, em nós somos frágeis e medrosos, mas o Espírito nos dá graça, coragem e força para testemunharmos. 

9 – Deus nos guarda neste mundo mau em Cristo Jesus. 

“É por eles que eu rogo; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus;” Jo 17:9. “Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que eu vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós.” Jo 17:11. 

“Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como também eu não sou. Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal” Jo 17:14,15. 

10 – Ele nos envia ao mundo para testemunharmos, nos guardando sempre. 

“Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade. Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.” Jo 17:15-21. 

*Estudo da noite de domingo, 05 de Julho de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Estudo em Gênesis 3 (Primeira parte)