O Evangelho é a Resposta - O Arrependimento (Texto,áudio e vídeo)* - Manoel Coelho Jr.



Baixe o mp3 clicando aqui

Olhemos agora para a questão do Arrependimento com mais atenção, procurando entender o que ocorre quando alguém de fato se arrepende. Uma falta de compreensão a respeito destas coisas poderá levar a uma hipocrisia inconsciente, ou até diria, a uma “hipocrisia sincera”. Digo assim pelo o que já temos visto, isto é, porque há pessoas que sinceramente pensam estar convertidas, mas na verdade estão se iludindo por confundirem a conversão com algo que nada se relaciona a ela. Um deficiente entendimento sobre o arrependimento é extremamente perigoso, pois induz a esta incompreensão e hipocrisia sincera. Vamos então a algumas proposições que nos ajudarão a ver o arrependimento em sua realidade. Peço que cada leitor se avalie.

1 – Arrependimento é compreender a Verdade.

conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

João 8:32

Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues”.

Romanos 6:17.

O pecado é profunda ignorância espiritual. Mas o Evangelho pregado fielmente traz conhecimento das realidades eternas que dizem respeito a Deus, ao homem, a Cristo e a Conversão, conforme já temos estudado ao longo dos capítulos deste livro. Um homem arrependido é aquele que dá atenção a boa doutrina, que foi convencido por ela por obra e graça do Espírito. Este homem vê, compreende quem é o Deus Santíssimo, seu estado de pecado e miséria e sua necessidade de Cristo e de uma volta a Deus por meio dEle. Assim a pregação da boa doutrina é essencial para o verdadeiro arrependimento. Daí que incentivo meu leitor a em oração expor-se sempre a pregação fiel que é a revelação de Deus ao pecador, “Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação” I Co 1:21.

2 – O arrependimento é um profundo pesar pelo pecado e desejo por Deus no coração.

Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos. Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza”.

Jó 42:5,6.

O arrependido vê sua miséria pecaminosa e por isso sente profundo pesar por ela. Antes não se importava em pecar, mas agora vê o pecado como o mal dos males por ser este praticado contra o Santo Deus. Vê a santidade de Deus e o pecado ante seus olhos e isto o estremece,  levando-o a abominar sua pecaminosidade ante a retidão, beleza e pureza absoluta da Santidade de Deus.

3 – O arrependimento é firme resolução de correr do pecado voltando-se para Deus em Cristo.  

Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado”.

Salmos 32:5

Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão. E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo. E a multidão o interrogava, dizendo: Que faremos, pois? E, respondendo ele, disse-lhes: Quem tiver duas túnicas, reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, faça da mesma maneira. E chegaram também uns publicanos, para serem batizados, e disseram-lhe: Mestre, que devemos fazer? E ele lhes disse: Não peçais mais do que o que vos está ordenado. E uns soldados o interrogaram também, dizendo: E nós que faremos? E ele lhes disse: A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo”.

Lucas 3:8-14

Ao descobrir a Verdade e sentir seu peso, o arrependido também quer firmemente abandonar o pecado voltando-se para Deus em Cristo. Ele abomina o pecado e quer livrar-se dele confessa-o a Deus e o abandona. Ele ama a Deus é o quer. Volta-se para Deus. Um arrependimento será verdadeiro somente se envolver o abandono do pecado. Se isto não ocorrer será apenas uma tristeza passageira que não abomina o pecado em si, mas apenas suas consequências. Mas o arrependimento implica em um ódio e abominação do pecado em si, por este afrontar a Santidade do Verdadeiro Deus.

4 – Avaliação a Conclusão.

Para que cada leitor se avalie antes estas verdades das Escrituras, chamo a atenção para três palavras que exprimem o verdadeiro arrependimento: Conhecimento, Pesar e Resolução.

Conhecimento: Se você está arrependido você conhece a Verdade sobre Deus Santo e sua pecaminosidade.

 Pesar: Você se abomina como pecador.

Resolução: Você possui firme resolução de abandonar o pecado voltando-se para Deus em Cristo.


Qual o seu caso? Aconselho a uma avaliação séria em oração e que você se exponha a pregação fiel da Palavra, pois por ela Deus manifesta sua Verdade. “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor” Atos 3:19. 

Pode ser copiado, distribuído, e traduzido livremente para outro idioma, desde que indicada a fonte, a autoria, e o conteúdo não seja modificado.

*Estudo ministrado no culto noturno de estudo bíblico e oração, quarta-feira, 23 de Dezembro de 2015, na Congregação Batista Reformada em Belém.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição de João 10:1-18 - Jesus é o Bom Pastor (Texto e áudio) - Manoel Coelho Jr.

Meditações em Gênesis 22: A prova suprema da Fé de Abraão* - Manoel Coelho Jr.

Exposição de Gênesis 11: O projeto fracassado e o projeto vitorioso!